Agora que estou grávida | Como vai a minha gestação + Coisas que sinto falta

18:05

22 semanas de gestação. Passa rápido né? Só quem já teve uma coisinha linda crescendo dentro de si sabe como passa voando e de todas as mudanças e adaptações que fazemos por causa desse pequeno ser. Depois de algum tempo, percebemos que a rotina muda (bastaaante) e coisas super bobas que fazíamos no dia a dia tornam-se bem mais difíceis agora.
Sempre ouço meninas dizendo que a gestação foi maravilhosa, que não sentiu nada e tal, mas a minha tem sido muito difícil desde o início: descobri que estava grávida não por causa do atraso no ciclo ou enjoos, já comecei sentindo dores insuportáveis nas costas e na barriga, pontadas, falta de ar, palpitações, dores muito desagradáveis mesmo. 

A obstetra desde o início me disse que eu teria uma gestação dolorosa e sentiria dores terríveis (vocês nem imaginam), mas eu confesso que não tava pronta para tudo isso não.. hahaha, é tudo muito fofo mas não vejo a hora que acabe para eu ter ele/a aqui nos meus braços. Por isso vou contar para vocês as coisas que mais sinto falta agora que estou grávida:

Me locomover naturalmente 
Dependendo do tanto que eu ando sinto tanta dor que parece que minha barriga vai rasgar. Correr? Impossível. Andar sem parecer um patinho? Hahaha, vai demorar um pouco!

Beber um chopp no fim de semana
Só quem é adepta de uma pizza com um chopp (euuuu) de leve nos finais de semana sabe do que eu tô falando. A solução? Água, suco ou cerveja sem álcool para matar a saudade.

Me vestir como antes
Com a barriguinha, parece que TUDO fica entalado no meio do caminho! Sem falar nas (poucas) opções bonitas de roupas específicas para gestantes em lojas "normais", a solução é comprar uma ou duas numerações a mais e abolir tudo o que te aperta. Ah! Tudo isso tentando parecer o mais apresentável possível sem gastar uma fortuna. Difícil!

Tomar remédio
Sabe aquela dorzinha de cabeça ou aquela prisão de ventre que te faz tomar logo um remedinho? Então, grávidas não podem sair se medicando sem motivos. A solução? O que não pode ser resolvido com butilbrometo de escopolamina (aka buscopan), paracetamol ou dramin deve ser terrivelmente suportado. Quando a dor fica insuportável,  o jeito é correr para o hospital. 

Dormir normalmente e me movimentar durante a noite
Até me levantar da cama pela manhã é um tormento. Sinto cada pedacinho do meu corpo doendo e minha vontade é ficar deitadinha em posição fetal até o bebê nascer.

Tingir os cabelos 
E não bastasse a raiz ficar enorme, os cabelos brancos (siiiim, ééé) pulando pra todos os lados, sempre tem um chato para apontar e dizer: Aiii, não pode tingir né?! Tadinha! A solução são as colorações sem amônia ou aquelas que seu médico autorizá-la a usar. Ah! E cuidado com misturinhas "caseiras" para tingir os cabelos usando bicarbonato, por exemplo, elas são CATASTRÓFICAS em alguns casos. Melhor deixar a raiz quietinha..

É, meninas, dói pra caramba, mas no fundo é uma delicinha! O jeito é ir se virando para manter a dignidade, apesar dos pesares. 

Boa sorte e se cuidem, principalmente as mamães de primeira viagem, como eu! Iupiiii :D


Você também poderá gostar de

2 comentário. Comente também! :)

Sinta-se abraçada (o)!

Canal /simonegiolo2

Último vídeo do canal